Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Estelionatário das faculdades falsas em 05 cidades do Maranhão já tem passagem pela policia pelo mesmo golpe.

Há mais de  03 anos Antonio Assunção Moura, vem agindo com este mesmo esquema nas cidades de Santa Luzia-MA, Bom Jardim-MA, Zé Doca-MA, Newton Belo e São João do Carú-MA.




 Antônio Assunção Moura, aqui foi quando começou com as faculdades em Bom Jardim-MA. Foto reprodução redes sociais.

Esse na foto é o que se passa por coordenador geral Antônio Assunção Moura,  foi quem apareceu em 2015 com as faculdades falsas em Bom Jardim-MA onde conseguiu uma parceria com uma pessoa da cidade para intermediar seus negócios ou seja é o braço direito dele que coordena os polos de Bom Jardim e São João do Carú, em Santa Luzia e Zé Doca e Newton Belo, eram outras pessoas responsáveis pelas coordenações, logo no inicio em Bom Jardim já começou o golpe nos alunos pela matricula os mesmos divulgavam que havia uma parceria entre a prefeitura de Bom Jardim e as suposta faculdade, onde a prefeitura pagaria a metade do curso e os alunos a outra metade.

                                           Antonio Assunção depois dos golpes em Bom Jardim-MA. Fotos reprodução redes sociais
Só que tudo não passou de uma ilusão para adquirir alunos, algum tempo depois a então prefeita Malrinete na época teve seu mandato caçado pela justiça e pouco tempo depois o coordenador Antonio Assunção Moura, alegou para os alunos que iriam aumentar os valores das parcelas pois não haveria mais o repasse da prefeitura. O blogueiro procurou pessoas que trabalhavam na época com a gestão e descobriu que nunca houve nenhum repasse para essas faculdades tudo não passou de uma trama para adquirir alunos.

Antonio Assunção Moura, segundo pesquisa foi preso em 2013 no estado do Pará, por estelionato veja que diz matéria abaixo.


Diretor de faculdade no Pará é preso acusado de estelionato

Instituto Educacional Heitor de Lima Cunha (Iehlc) havia se comprometido com o MPF a suspender cursos sem autorização do MEC, mas, segundo denúncias, não estava cumprindo a recomendação.


O diretor de um instituto acusado de promover cursos de graduação sem autorização do Ministério da Educação (MEC) foi preso em Tucuruí (PA). Segundo a Polícia Civil, o diretor do Instituto Educacional Heitor de Lima Cunha (Iehlc), Antônio Assunção Moura, foi preso preventivamente, acusado de estelionato.

A informação sobre a prisão preventiva foi repassada ao Ministério Público Federal (MPF) nesta sexta-feira, 8 de março, pela responsável pela Superintendência Regional do Lago de Tucuruí da Polícia Civil do Estado do Pará, Márcia Goreti Machado Thomé. Segundo a polícia, o diretor do Iehlc está preso desde 1º de fevereiro.

Também foi decretada a prisão de outra responsável pelo instituto, Edinete Assunção Moura. O mandado de prisão foi encaminhado a Imperatriz (MA) e a polícia em Tucuruí aguarda informações sobre o resultado. De acordo com a delegada Márcia Goreti Machado Thomé, há ainda outras duas pessoas responsáveis pelo Ihelc indiciadas no inquérito policial por estelionato.

O Ministério Público Federal (MPF) enviou na semana passada um alerta para o Ministério Público do Estado em Tucuruí e região informando que, apesar de ter prometido cancelar os cursos irregulares que promovia, o Iehlc estaria recorrendo na ilegalidade.

As denúncias foram encaminhadas ao Procurador Regional dos Direitos do Cidadão, Alan Rogério Mansur Silva, por ex-alunos da instituição. Também foram ex-alunos que procuraram a Polícia Civil para denunciar a prática de estelionato.

Em 2012, o Iehlc anunciou ter acatado uma recomendação do MPF e comprometeu-se a regularizar a situação, deixando claro nas propagandas que faz e nos contratos que assina com os alunos que os cursos oferecidos não são cursos de nível superior e sim cursos livres, que não precisam da certificação do MEC. Como o MPF foi informado que o acordo não está sendo cumprido, decidiu solicitar a parceria do Ministério Público do Estado para coibir o problema.

Nesta quarta feira o blogueiro esteve na delegacia de Policia Civil onde fomos informados que existe um mandado de prisão contra Antonio Assunção no Estado de Tocantins/TO, também pelos mesmos crimes de estelionato.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Presos Fogem do hospital

INSTITUTO HUMANISTA LIMA COELHO BUSCA PROJETOS PARA ITAPECURU-MA.

O Instituto Humanista Lima Coelho iniciou articulação visando a melhoria da qualidade de vida da população Itapecuruense.  O Presid...